quinta-feira, 8 de setembro de 2011

ESBOÇO - COMO DEVE SER NOSSO FALAR (Sermão Temático)

TEXTO-BASE: Tiago 3.10

INTRODUÇÃO/CONSIDERAÇÕES INICIAIS:


• O que é uma palavra? O símbolo de uma ideia, em sinais sonoros e visuais.


• A palavra estrutura o pensamento, e vice-versa


• Deus concedeu o dom da fala e, consequentemente, da palavra ao homem.


• Através da fala, aperfeiçoamos nossa comunicação interpessoal.


              o “A cegueira isola o homem do mundo; a surdez isola o homem das pessoas”.


• O Éden mostra os primeiros bons e maus usos da palavra (a comunhão do primeiro casal entre si e com o Senhor X dialogar com a serpente e os posteriores conflitos interpessoais ).


• A fala que glorifica a Deus é a fala que promove relacionamentos.


             o Os pecados da fala são graves porque atingem aqueles que escutam e aqueles de quem se fala.


TESE: Devemos ser fiéis para cumprir com as palavras os propósitos que Deus tinha ao nos conceder o dom da comunicação - portanto, nossa fé deve definir o nosso falar.


1. NOSSO FALAR DEVE ESTAR LIGADO COM OS FATOS


a. O oposto disso chama-se MENTIRA


2. NOSSO FALAR DEVE ESTAR RELACIONADO COM QUEM SOMOS


a. O oposto disto chama-se HIPOCRISIA


3. NOSSO FALAR DEVE ESTAR LIGADO À RESPONSABILIDADE


a. O oposto disto chama-se FRIVOLIDADE


4. NOSSO FALAR DEVE ESTAR RELACIONADO AO CONHECIMENTO


a. O oposto disto chama-se CALÚNIA


5. NOSSO FALAR DEVE ESTAR RELACIONADO À NOSSA


a. O oposto disto chama-se MURMURAÇÃO


CONCLUSÃO: Podemos falar melhor - se formos pessoas melhores (Mt 12.34).